O Caminho das Águas – Cláudio Massena

O Caminho das Águas - Cláudio Massena

Feito água, Vou seguindo direções. Uma forma, De aliviar Os corações.

Não importa A tempestade. Quando a força Que orienta: É essência e magia.

Vou em busca De outros mares. Cantando, amo mais. Amor, que ancora no cais.

O que desata os nós.

Liberta-me

Do caminho das pedras.

Assim, a água,

Evapora...

Sobe, aos ares,

Vai embora...

Sublimando temporais.

Vou viver,

Para abrandar os sentimentos.

O meu caminho,

É o melhor momento:

De ser,

Crescer.

O eterno amor,

Feito às águas

Que correm em mim.

Cantar é assim...

Pra desaguar,

E não ter fim.

Homenagem ao Rio Doce - Cláudio Massena – 17/11/16 – 13:13 hs

Rio doce,
Tão lindo,
Tão nobre,
Agora tão pobre.
Quanta maldade,
Abortá- lo do meio de nós.
Os peixes, 
As plantas aquáticas,
Os alimentos,
A água.
Populações, inteiras,
Sedentas, 
Fome, 
Falta de tudo, 
Falta de amor.
A alma quer C(alma),
Acalma aqueles que sofrem,
Que sonham por um Brasil melhor.
Minas que é nossa,
Que espera uma resposta, 
Gerais que era doce, 
E hoje não é mais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *